INTERCÂMBIO – Artigo JIU JITSU #231 Tatame Magazine

14 jun

artigo jiu jitsu intercambio 2015<

Toda vez que recebo a visita de um amigo faixa preta, vejo com motivo de alegria. E normalmente essas visitas voltam o que é melhor ainda. Ontem no meu dojo, recebi a visita de um amigo. Um excelente faixa preta, ele arrebenta principalmente no NOGi. De imediato pedi que puxasse o treino, mostrasse suas posições e assim aconteceu. Fiquei misturado aos alunos e pude ver como é bom esse intercâmbio. Você pode aprender e estudar a dinâmica de várias posições, adicionar mais variações e assim ajustar mais o seu arsenal de posições como também trocar idéias com o professor visitante. Não encaro essas visitas com receios, pelo contrário, acho muito bom. Essas conversas e troca de impressões ajudam os alunos a pensarem nas posições e sua evolução como lutadores é certa. A visita tem sempre o fator positivo de quebra de rotina, a novidade pela pessoa que chega como as suas técnicas. O interesse despertado na hora por seus alunos a visita, não pode ser visto com “ciúme” mas sim como um sinal positivo de que sua idéia teve sucesso. Os comentários sempre serão positivos e de satisfação. Eu ficaria frustrado e ter um amigo puxando um treino e sentir a equipe desmotivada, sem entusiasmo. O Jiu Jitsu é uma cultura, uma tradição oral, você tem de praticar, vivenciar, não pode comprar em CDs ou DVDs, e junto disso a relação de confiança e respeito entre Mestre e aluno transcende uma visita. Ninguém perde aluno por conta de uma visita. Todos faixas pretas meus amigos que vieram ao meu dojo como “tradição” peço que mostrem umas posições. Assim as técnicas são aprendidas e todos aprendem. Posso citar nesta tradição alguns amigos como Sérgio “Babu” Gasparelli, Bráulio Estima, Sylvio Behring, Carlos Maia (SAMBO) e outros que ensinaram posições específicas e depois o treino transcorreu normalmente. Não acho um caminho interessante querer “blindar” os alunos do contato de outros professores. Essa blindagem não impedirá saídas de alunos, os fatores que motivam a saída de alunos são outros. Vejo ao contrário, as visitas como algo positivo. Entendo que é um fator motivacional para os alunos que podem ter contato com escolas diferentes de Jiu Jitsu no seu ambiente de treino. Na última visita o meu amigo mostrou altas posições de NOGi, e até aqueles que não são tão empolgados em treino sem quimono curtiram. Acho muito importante o treino de NOGi pela parte da Defesa Pessoal. Assim resistências são quebradas, já que infelizmente ainda vejo com muita frequência lutadores que nem tentam treinar NOGi e ainda bastantes professores que deixam de lado esses treinos como também a prática da Defesa Pessoal. Então numa “visita de um professor amigo”, você pode trabalhar vários aspectos em sua academia. Novas técnicas de Gi e NOGi, ajudar a abrir a mente dos seus alunos, vivências novas e um ganho geral incluindo para o professor porque ensinar requer atenção, dedicação e muito estudo. Quanto mais você ensina mais você se sente obrigado a estudar e conhecer melhor diversas técnicas. Como reflexo disso, todos ganham tecnicamente e amizades novas também são feitas. Todos ganham em todos os aspectos. Treinos fechados, tem seus objetivos e são excelentes também, com um foco direcionado, um campeonato ou uma luta casada. Alguns professores não gostam de ver seus alunos irem a seminários, quanto mais eles vivenciarem escolas diferentes mais estarão próximo de vocês. Tenho alunos que vão a seminários e contam depois como foi, mostram posições e a rotina de treino prossegue sem perdas. Sempre que um amigo meu faixa preta aparece no meu dojo, eu vejo como uma oportunidade de aprendizado para os meus alunos e não tem como ver em qualquer outro aspecto, se meu amigo é faixa preta de Judô, vamos as quedas, afinal quedas valem 2 pontos nos campeonatos. Então encare cada visita, cada seminário como um aprendizado! Bons treinos! OSS!
Luiz Dias, Líder da GAS
Instagram: @luizdiasbjj www.geracaoartesuave.com.br Email: geração.artesuave@yahoo.com.br twitter: @gasjj

8 thoughts on “INTERCÂMBIO – Artigo JIU JITSU #231 Tatame Magazine

  1. Great goods from you, man. I have have in mind your stuff previous to and you’re simply too great.
    I actually like what you have got here, certainly like what
    you’re stating and the way in which through which you assert it.
    You make it enjoyable and you continue to care for to keep it sensible.
    I cant wait to read far more from you. That is really a wonderful web site.

  2. Toda troca de experiência acrescenta algo. No caso das artes marciais, essa troca acontece a milhares de anos. Parabéns pela iniciativa Mestre !

  3. Do you mind if I quote a couple of your articles as
    long as I provide credit and sources back to your
    webpage? My website is in the very same area of interest as yours and my visitors would
    certainly benefit from some of the information you provide
    here. Please let me know if this ok with you. Many thanks!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *