ARTIGO JIU JITSU – Nunca desista

16 jan

Luiz-Dias BJJ Heroes 2013Sempre queremos e buscamos nossa evolução no Jiu Jitsu. Isso é certo. Acredito que nenhum lutador considere sua rotina perfeita e não almeje melhorar uma ou outra posição e movimentos. Essa eterna busca é uma ambição saudável que todo lutador, competidor ou não, deve ter. Mas cada lutador deve ter também consciência de seu desempenho e do seu ritmo de treino e consequentemente estabelecer parâmetros e metas para melhorar nos aspectos que ainda o deixa insatisfeito. E não cair no desânimo ou simplesmente achar que seu tempo passou, seja como competidor ou lutador. Já presenciei em meu dojo lutador tomar um carro e seu semblante mostrar sua frustação, tristeza e incredibilidade no que aconteceu. Perder é ruim, tomar um carro pior ainda, mas ao pensar na derrota, pense primeiro em como você está no momento. Treinando regularmente? Vindo de uma lesão que o deixou afastado dos treinos enquanto seu oponente está treinando direto? A fisiologia conta, idade às vezes pesa. Então considere todas as suas condições e analise sua derrota, ou que julgou ter feito de errado ou o que deixou de fazer. Pode ser que dentro da sua situação você até tenha treinado bem. Não pense no que poderia ter feito com uma visão de derrota, de que não é capaz. Mas pense com a ideia de que vai recuperar essa defasagem e voltar no seu ritmo. Enxergue seus parâmetros sempre de maneira realista e os do seu oponente também. A partir daí, trace suas metas e alcance seus objetivos. Certamente seu rendimento irá subir e rapidamente sentirá evolução da sua luta. Nunca avalie seu rendimento como em processo de declínio; são momentos da vida, situações pessoais ou profissionais pelas quais todos passamos. O importante é estar treinando. Comente com o seu professor, estabeleça junto a ele um planejamento. Às vezes o seu professor pode ter uma visão diferente da sua, já que está do lado de fora da situação, com cabeça fria e analisando por outro ângulo. Pode por vezes achar que neste momento presente você lutou bem, não no ideal ou no nível que poderia. Mas neste momento, sob as suas condições, você treinou bem, resistiu, vendeu caro a sua derrota. Nunca desista do seu Jiu Jitsu, dos seus treinos. Lute para superar a si mesmo. Finalizar o seu oponente sempre é bom. Mas o melhor é pegar o quimono para mais um dia de treino, melhorando seu condicionamento físico e dividindo o dojo com a sua família. Já tomei muito carro, mas sempre vi nesses amassos uma oportunidade para melhorar, ultrapassar os meus limites e quando observo isso nos meus alunos tento mostrar que esse é o melhor caminho a se seguir. Não repita os erros, melhore as posições e vença a si mesmo. Nunca seja finalizado pela sensação de derrota. Como dizia o Grande Mestre Carlos Gracie “No Jiu Jitsu ou você ganha ou aprende.” Então pense no seu momento presente, avalie suas condições e ao invés de se sentir derrotado, respire fundo e inicie seus planos para voltar à sua forma e condicionamento físico e técnico. Bons treinos! OSS!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *